SERVIDORES DE ABELARDO LUZ ENCERRAM A GREVE MEDIANTE A CONQUISTA DO AUMENTO DOS VENCIMENTOS E PARTICIPAÇÃO NA REFORMA ADMINISTRATIVA

postado em: Sem categoria | 0

Abelardo Luz- A primeira greve realizada pelos Servidores da Prefeitura de Abelardo Luz foi encerrada na tarde de terça-feira (20), segundo dia de paralisação, após negociações com a Administração Municipal e Assembleia dos grevistas.

Compromisso assumido pelo Governo Municipal contemplou as duas principais reivindicações dos servidores que aderiram à paralisação.

A greve iniciada na segunda-feira, dia 19 de novembro, contou com a participação massiva dos trabalhadores/as dos cargos de Agente de Serviços Gerais e Agente de Limpeza, Copa Cozinha e alguns trabalhadores dos cargos de Vigia, Motorista, Técnico de Enfermagem, Operador  de Máquinas, entre outros.

Durante a greve aconteceram várias reuniões de negociações entre a Direção do Sindicato, a Comissão de Greve e o prefeito Wilamir Cavassini (PSDB), o vice-prefeito Jorge Luiz Piccinin (PP) e membros da equipe da administração municipal. Fato que agilizou o entendimento para o fim da greve.

No segundo dia de greve, no dia 20 de novembro, no dia da consciência negra, após a terceira rodada de negociação, o prefeito e sua equipe de governo apresentou por escrito, em ofício assinado, o compromisso de atender parte das reivindicações que motivaram a greve.

As duas principais reivindicações da greve foram atendidas: a incorporação ao vencimento base do cargo de valor equivalente ao adicional de insalubridade que vinha sendo pago para todos os ocupantes dos cargos de  Agente de Serviços Gerais, Agente de Limpeza, Copa Cozinha e Operador  de Máquinas será atendida mediante Lei Complementar a ser aprovada em dezembro; a incorporação das progressões individuais de carreira no vencimento de cada servidor e o aumento do vencimento base de outros cargos, como é o caso do Motorista de Caminhão, será analisado pela empresa que está elaborando a reforma administrativa e a proposta será apresentada ao Sindicato para o debate, inclusive sobre a possibilidade de atender ou não, até o dia 30 de março de 2019.

Na avaliação da Direção do Sindicato a greve foi vitoriosa, pois garantiu a efetivação da principal reivindicação e acordou a participação da categoria e do Sindicato no debate e encaminhamentos da reforma administrativa, demonstrando que se a categoria estiver unida nenhum direito poderá ser retirado e avanços poderão ser conquistados.

A negociação coletiva, inclusive durante a greve, é o melhor caminho para as boas relações de trabalho entre governo e trabalhadores/as, e, para o fortalecimento do serviço público prestado à população.

Juntos somos mais fortes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco − dois =