Mesmo com protesto dos servidores de Maravilha, vereadores aprovam dois projetos devastadores aos direitos dos trabalhadores/as

postado em: Sem categoria | 0

Maravilha – Mesmo sob protesto dos servidores que acompanharam a sessão na Câmara de Vereadores de Maravilha, os vereadores aprovaram dois projetos devastadores, que tiram direitos dos servidores, conquistados ao longo dos anos.

 

Trata-se dos projetos número 15 e 16 que reduz os percentuais de Gratificação por Estudo de Graduação, Pós – Graduação, Mestrado e Doutorado dos Servidores e Professores.

 

Os servidores com graduação que recebiam 40% de gratificação receberão 10%; os servidores com pós-graduação de 40% receberão 5%; os servidores com mestrado de 40% receberão 6% e os servidores com doutorado que recebiam 40% de gratificação receberão apenas 7%.

 

Os professores com graduação/licenciatura que recebiam 40% receberão 10%, os professores com pós-graduação de 60% receberão 15%, os professores com mestrado de 80% receberão 21% e os professores com doutorado que recebiam 100% receberão 28%.

 

Conheça os vereadores que se declararam inimigos dos servidores e professores do município de Maravilha votando pela diminuição das remunerações dos trabalhadores:

 

Celso Ledur (PSB)

 

Ivo Badia (MDB)

 

Gilmar Castanha (MDB)

 

Cleber Pertussatti (MDB)

 

Itamar Adler (PSD)

 

Jandri Primon (PP)

 

Marclei Grando (MDB)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − nove =