Servidores de São Domingos recebem vale alimentação de R$ 100,00

postado em: Sem categoria | 0

Uma luta antiga, sempre presente nas Pautas de Reivindicações dos Servidores Municipais de São Domingos e que agora pode ser comemorada. Na noite de quarta-feira (04), os servidores municipais de São Domingos receberam o cartão do Auxílio Alimentação no valor de R$ 100,00.

A Presidenta do SITESPM-CHR Vania Barcellos esteve presente na atividade e lembrou que essa conquista foi fruto das Reuniões de Negociações, que após muitas discussões agora virou realidade, mas que ainda é preciso avançar para que todas as categorias sejam contempladas. 

O cartão do Auxílio Alimentação foi entregue a 65 funcionários, que recebem até R$ 1.181,26. Nesse momento foram contempladas as categorias de Serviços Gerais, Vigias, Auxiliar Administrativo, Telefonista, Assistente Administrativo e Auxiliar de Saúde Bucal.

O cartão do Auxílio Alimentação poderá ser utilizado nos estabelecimentos comerciais credenciados e os servidores poderão indicar ao Governo outros estabelecimentos para serem conveniados.

Em sua fala a Prefeita de São Domingos Eliéze Comachio (PT) destacou a importância da negociação com o Sindicato e ratificou o compromisso já assumido em mesa de negociação de ampliar a concessão do Auxílio Alimentação para outros níveis salariais.

A Prefeita também manifestou sua vontade vinculada a arrecadação do município de ampliar o valor para o próximo ano, destacando, a necessidade do equilíbrio e crescimento da arrecadação municipal.

Segundo a Presidenta do SITESPM-CHR Vania Barcellos é importante manifestar neste momento a diferença que existe na relação entre os/as Prefeitos/as com o Sindicato.

Existem aqueles Prefeitos/as que realmente negociam, respeitam a Direção do Sindicato e fecham todo o processo de negociação com a entidade, como o exemplo de ontem em São Domingos.

Outros Prefeitos/as não negociam, fecham a porta do gabinete aos dirigentes sindicais e outros fazem de conta que negociam, recebem os dirigentes sindicais, mas na sequência encaminham as questões da categoria sem levar em consideração as reivindicações e os argumentos apresentados pelos dirigentes.

Felizmente estes dois últimos grupos são uma minoria entre os 41 municípios organizados da nossa base.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 10 =