Professores, em Assembleia, suspendem o Estado de Greve

postado em: Notícias | 0

Assembleia do SITESPM-CHR online contou com a participação dos/as Professores/as da Prefeitura de Abelardo Luz.

Essa semana o Sindicato dos/as Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Chapecó e Região (SITESPM-CHR) realizou uma pesquisa online entre os servidores vinculados a Secretaria da Educação. A pesquisa revelou que 79,4% dos servidores não concordam com a recomendação do Ministério Público acatada pelo Prefeito pelo retorno das aulas presenciais.

Segundo a professora, Presidenta do Sindicato Vania Barcellos, o percentual de 79,4% de contrários a decisão das autoridades municipais demonstra a consciência que os servidores têm dos riscos que todos correm de adquirir a Covid – 19. “Esperamos que ninguém pague com a vida em consequência desta decisão tomada por aqueles que tem o poder de defende – la”, afirma.

Durante Assembleia online, realizada na noite de quarta-feira (24), o Estado de Greve foi suspenso e foi eleita uma Comissão formada por professores. A Comissão solicitará reunião com Prefeito e Secretária de Educação para discutirem as condições de trabalho quanto a organização do espaço, distribuição de EPIs e condições de trabalho.

Segundo a Presidenta Vania, será necessário um intenso trabalho em conjunto da Secretaria de Educação com esta Comissão de professores para o planejamento das aulas presenciais garantindo o direito ao acesso democrático à educação aos alunos em acordo com a organização de trabalho dos professores respeitando a segurança sanitária a todos (professores e alunos) e os direitos trabalhistas dos professores como horas atividades, entre outros.

A presidenta do Sindicato complementa, “estamos vivemos uma situação de guerra, em que todos perdem, ninguém passará por esta fase sem perdas diversas, mas nenhuma perda material se compara a perda da vida de colegas de trabalho, de familiares e amigos. Nossas autoridades deveriam ter nos conduzido através de um pacto comunitário cuja meta seria a de não perdermos nenhuma vida em cada município deste país, mas infelizmente esta meta não fomos capazes de atingir coletivamente e nesta quarta – feira (24) o Brasil atingiu a triste marca de 300 mil mortes”.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 12 =