Não à Terceirização movimenta debate na 10ª Conferência Municipal de Saúde de Chapecó

postado em: Notícias | 0

Na quarta-feira (22/03), a dirigente do SITESPM-CHR Manira Schimtz participou da 10ª Conferência Municipal de Saúde de Chapecó.

Manira é conselheira municipal representando os Servidores Públicos do município de Chapecó. No Conselho Municipal de Saúde, ela atua em duas comissões, uma é coordenadora da Comissão dos Conselhos Locais de Saúde e na outra participa na Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador (CIST).

As Conferências são espaços importantíssimos, onde acontece a construção coletiva de propostas as quais serão defendidas em todas as instâncias das conferências (Municipal, macro regional, estadual), até chegarem na Conferência Nacional, que está programada para acontecer em julho deste ano. “A população precisa entender a importância de participar dos conselhos locais e das Conferências, pois são nesses espaços onde o Controle Social faz e desenvolve seu verdadeiro papel, assim garantimos a participação popular nas lutas pela saúde, pela vida, construindo e defendendo conjuntamente com o Controle Social, Conselho Municipal e Gestão”.

Em Chapecó foram realizadas 11 pré-conferências, destas uma foi organizada pelo SITESPM-CHR, uma pela Associação de Pais e Amigos do Autista e nove pela Secretaria de Saúde.

A Conferência oportunizou debates construtivo, de resgate, fortalecimento e valorização do SUS. Mas também levantou preocupações e denúncias sobre as questões relacionadas as terceirizações de serviços na saúde pública, como exemplo a UPA, que teve um processo de terceirização em andamento. “Nosso posicionamento é “Não à terceirização”, “Não à privatização” Não a Terceirização” do serviço público e sim lutar pelo fortalecimento, pela ampliação e defesa de um SUS 100% Público.

Para encerrar a Conferência, aconteceu a eleição de 12 delegados que irão participar da Conferência macro regional que irá acontecer nos dias 10 e 11 de maio 2023 no município de Xanxerê. A dirigente do Sindicato foi eleita e irá representar os usuários do SUS nessa próxima etapa. “Nossa participação enquanto entidade representativa é de fundamental importância quando se pensa em trabalhadores e saúde, pois é ali que se defende justiça social, inclusão social, fortalecimento, investimento, valorização, qualidade, equidade, dignidade, respeito e humanismo. Seguimos o foco do tema da Conferência deste ano: “Garantir Direitos e Defender o SUS, a vida e a Democracia – amanhã será outro dia””.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 4 =