Direção do Sindicato recebe ofício do Prefeito de Águas de Chapecó com as respostas das reivindicações dos Servidores Municipais

postado em: Notícias | 0

Na semana passada a Direção do SITESPM-CHR recebeu as respostas do prefeito de Águas de Chapecó Leonir Hentges referente as reivindicações dos Servidores Municipais.

Confira as reivindicações e a posição do Sindicato quanto as respostas do prefeito:

1 – Reivindicação: Adequação do vencimento dos profissionais da educação com Licenciatura Plena ao Piso Nacional do Magistério (R$ 4.420,55) retroativo a janeiro de 2023.

O prefeito informou que fará o pagamento de R$ 100,00 para atingir o Piso do Magistério.

O Sindicato esclarece que na resposta o Prefeito não fala se o pagamento será retroativo a janeiro de 2023. No município, tem um grupo de professores cuja diferença é de R$ 355,64, com relação a estes não houve manifestação de pagamento;

2- Reivindicação – Pagamento do sobreaviso aos motoristas da Secretaria de Saúde.

O ofício informa que ocorreu uma reunião com os motoristas da saúde e que foi firmado um acordo entre as partes.

A Direção do Sindicato esclarece que não tem conhecimento do conteúdo deste acordo, pois não foi convidada a participar da referida reunião;

3- Reivindicação – Piso mínimo para os Serviços Gerais de R$ 1.700,00.

O Prefeito informa que não será concedido aumento aos Serviços Gerais e no ofício o Prefeito justifica que houve reunião entre Prefeito, Serviços Gerais e colegas do DMER, na qual ficou acordado o aumento no Auxílio Alimentação, portanto, o não aumento real aos vencimentos, teria sido feito uma troca, uma compensação. ESCLARECIMENTO: a Direção do Sindicato não tinha conhecimento deste acordo;

4- Reivindicação – Aumento de R$ 300,00 nos vencimentos dos demais servidores;

No momento não será feito, por ter ocorrido aumento no Auxílio Alimentação e, segundo o Prefeito acordo com os servidores.

5- Reivindicação – Contagem do tempo de durante a Pandemia para concessão de Licença Prêmio e pagamento de progressão.

Será reconhecido o tempo de durante a Pandemia para contagem da Licença Prêmio e Progressão, com o destaque que será concedido e pago após o estágio probatório.

No ofício o Prefeito não se manifesta a respeito dos servidores que já passaram pelo estágio probatório e, tem direito já a contagem do tempo para a licença prêmio e adequação imediata na folha de progressão não paga retroativa a janeiro de 2022.

Será encaminhado Projeto de Lei à Câmara de Vereadores para regulamentar a jornada de trabalho de 06 horas diárias e de 12/36.

Na sequência, segue, ofício, resposta do Prefeito à Direção do Sindicato, na íntegra:

OFIC RESPOSTA GOV 07 JUNHO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =